10 dicas infalíveis para administrar o tempo estudando sozinho

Um dos maiores desafios para quem estuda ou quer estudar sozinho é manter um ritmo produtivo eficiente e administrar o tempo de trabalho. Estudar sozinho, em casa, é algo que exige muita disciplina e, também, um pouco de planejamento: é importante organizar o seu tempo, eliminar as possíveis distrações e, principalmente, ser persistente e se manter firme no objetivo.

Por mais difícil que seja fugir da procrastinação, os ingredientes fundamentais para se ter sucesso estudando sozinho são planejamento e disciplina. Por isso, preparamos uma lista com dez sugestões para que você possa dominar a sua próxima sessão de estudos em casa:

1. Planeje o seu dia em blocos

A primeira coisa a fazer quando você se dispõe a estudar sozinho é planejar o seu dia. Coloque em uma folha de papel todas as suas obrigações do dia e em quanto tempo elas serão realizadas, criando blocos de tempo. Separe as oito horas de sono, o seu ritual matinal, o seu trabalho etc. Nos espaços que restarem, separe um bloco para os seus estudos. Se você trabalha cedo e à tarde, por exemplo, coloque o seu bloco de estudos à noite, entre o jantar e a hora de dormir.

Comece com um bloco pequeno, de duas, no máximo três horas. Dependendo das suas atividades, também recomendamos que você estude dois ou três dias por semana e vá aumentando o volume de estudo aos poucos. Defina os seus blocos de tempo de maneira que as duas obrigações diárias, seus estudos e seus horários de descanso fiquem bem acomodados e siga o seu plano à risca. Lembre-se, disciplina é fundamental.

2. Use a Técnica de Pomodoro para administrar o tempo

administrar o tempo

Crédito: Libero Guerra (Creative Commons)

A Técnica de Pomodoro é uma excelente estratégia para manter o ritmo de estudo e, basicamente, consiste em estabelecer pequenos intervalos de estudo, intercalados por intervalos menores ainda para descanso. Pegue um cronômetro ou despertador e marque 25 minutos – este é o seu tempo de estudo – e, depois, 5 minutos – este é o seu tempo de descanso. Uma rodada de estudo com uma rodada de descanso equivale a um pomodoro (25min + 5min = 1 pomodoro).

A cada 5 pomodoros, faça um intervalo maior, de 15 minutos. É importante que durante os 25 minutos de estudo, você esteja completamente concentrado nos estudos. Então, nada de Facebook, e-mail ou qualquer outra distração. Mantenha o foco por 25 minutos e descanse por 5.

3. Faça uma coisa de cada vez

Quando estiver estudando, faça uma coisa de cada vez. Em outras palavras, don’t multitask! O cérebro humano não foi projetado para fazer mais de uma tarefa ao mesmo tempo. Ele é uma máquina poderosa, mas não é um computador. É impossível para nós manter o foco em duas ou mais coisas simultaneamente e, por mais que isso seja contra intuitivo, devemos respeitar o nosso cérebro. Então, foque em uma tarefa e, quando esta estiver pronta, parta para a próxima. Pode parecer que você está produzindo mesmo, mas logo os resultados vão começar a aparecer.

4. Tenha um lugar próprio

administrar o tempo

Crédito: Gregory Han (Creative Commons)

Se você estuda em casa, é recomendável que organize um lugar para isso. Pode ser na mesa da cozinha ou da sala, na escrivaninha do seu quarto etc. A escolha é sua. Mas é importante que você use aquele lugar apenas para estudar e não para o lazer. Crie uma associação de trabalho com aquele espaço. Por isso não é bom estudar na cama, por exemplo.

Nesta sugestão, é fundamental que a regra não seja levada tão a sério. É importante ter um lugar para estudar em casa, mas é sempre revigorante experimentar com outras localidades. Às vezes, uma mudança de cenário pode ser o suficiente para engatilhar um rompante criativo.

5. Elimine as distrações

Bom, já vínhamos falando sobre as distrações que precisam ser eliminadas, ou ao menos diminuídas ao máximo, para que se possa manter o foco nos estudos. Então, quando for estudar, silencie seu telefone, desligue a televisão e saia da internet (se possível, ou procure por softwares ou extensões que possam lhe ajudar a manter controle sobre a atividade online naquele momento – algumas opções são o software Self-Restraint e a extensão StayFocusd. Quando estudando em casa, peça aos familiares que só lhe distraiam quando necessário.

6. Aproveite as inspirações

Assim que conseguir concluir as suas primeiras tarefas, você vai sentir segurança e perceber que o que você está fazendo está gerando resultados. Se agarre nesse sentimento e use a energia que ele lhe dará para fazer a sua próxima tarefa.

7. “Quebre” o seu projeto em partes menores

Se aquele livro, artigo ou projeto é muito grande, quebre-o em pedaços menores, para que a ansiedade que gira em torno dele não lhe paralise. Com várias fatias, você pode se dedicar a uma de cada vez e, logo, o projeto estará finalizado. Cada fatia deve ser pequena o suficiente para que você consiga finalizá-la rápido e grande o suficiente para que você consiga visualizar o resultado de cada uma no desenvolvimento do projeto. O aplicativo de listas e projetos Trello pode ser um bom aliado.

8. Peça um amigo para lhe “cobrar” resultados

Tenha um accountability buddy, um amigo que “cobre” os resultados daquilo que você está trabalhando. Ele deve lhe perguntar sobre o conteúdo que você está estudando e pedir para conferir o que você conseguiu concluir dos seus projetos. Se ele também estiver estudando sozinho, melhor ainda! Vocês podem trabalhar juntos e motivar um ao outro.

9. Ouça boas músicas

administrar o tempo

Crédito: Petr Dosek (Creative Commons)

Já falamos sobre como as distrações podem atrapalhar o planejamento de quem estuda sozinho. No entanto, boas músicas podem ajudar bastante em tarefas mais leves, principalmente quando você não consegue se concentrar direito. Experimente as listas focadas em produtividade da focus@will e as playlists de estudo do Spotify.

10. Estabeleça uma hora para parar

Tão importante quanto saber a hora de começar, é saber a hora de parar. Mantenha aquela ideia dos blocos: separe o seu bloco de estudos e estude durante aquele período, nem mais, nem menos. Desta maneira você mantém o seu objetivo e não compromete o seu lazer ou descanso.

Coloque alguma destas sugestões em prática hoje e preste atenção em que aspectos do seu dia a dia elas geram efeito. Implemente uma sugestão de cada vez e veja onde elas levam os seus projetos. E não deixe de compartilhar os seus achados com a gente!

Conteúdo exclusivo
Cadastre seu email e receba novidades exclusivas do Curseduca!

Sobre o autor