Aulas canceladas: como utilizar o EAD?

Como utilizar o EAD em momentos críticos? Com o avanço da pandemia do coronavírus, as escolas e as faculdades precisaram cancelar as aulas presenciais para impedir o avanço da doença no país. O vírus que começou a se espalhar na China em dezembro de 2019, chegou ao Brasil em março de 2020 e mudou a rotina de professores e alunos.

Contudo, a suspensão das aulas não significa que o período será de férias ou que os alunos ficarão sem os conteúdos. Ao utilizar uma ferramenta como a do Curseduca é possível criar aulas online e disponibilizá-las aos alunos.

Para entender melhor como utilizar o EAD, continue lendo o conteúdo.

Qual a importância da transformação digital para as aulas EAD?

O momento vivido no mundo todo com o coronavírus só ressaltou a necessidade de as escolas e as empresas se adaptarem às necessidades de oferecer aulas, cursos e suporte de modo totalmente online.

Com transformação digital ao longo dos anos, muitas marcas já estavam preparadas para oferecer conhecimento em ambientes de aprendizado, já utilizam a nuvem como modo de armazenamento de conteúdo e fazem reunião via Skype ou Zoom. Assim, com a impossibilidade momentânea de aulas presenciais, algumas escolas de São Paulo, por exemplo, conseguiram substituir rapidamente as aulas para um ambiente virtual de aprendizagem.

Como utilizar o ensino a distância neste momento?

A suspensão das aulas no Brasil exigiu que os cursos e as escolas encontrassem plataformas online para ajudar na disponibilização das aulas e na manutenção da grade curricular proposta para esse ano. Veja como aproveitar ao máximo esse recurso.

Oferecimento de videoaulas

Para que o aluno não perca a sequência dos conteúdos, os professores podem gravar videoaulas com a explicação da matéria e a prática de exercícios. Além disso, quando você utiliza plataformas estruturadas fica mais fácil gravar, editar e disponibilizar as aulas.

Lives diárias para tira-dúvidas

Para que os alunos tenham tempo de assistir o conteúdo e fazer os exercícios, o colégio pode criar uma agenda semanal com lives diárias para tirar dúvidas de matérias específicas. Assim, o aluno não fica sem a ajuda do professor e os tutores conseguem centralizar os questionamentos em um só canal.

Segmentação de conteúdo por matéria

Nesse período de quarentena, os colégios precisam gerar e disponibilizar conteúdo para todas as séries e de todas as matérias. Assim, dentro de uma plataforma de conteúdo, é possível criar cursos separados por série e matéria. Dessa forma, os alunos podem continuar seguindo a ordem das aulas presenciais, mas agora no ambiente online.

Ensino personalizado

Durante as aulas presenciais não é possível que o aprendizado seja tão personalizado. Com a necessidade de seguir uma grade curricular, os professores não podem voltar tantas vezes nas explicações. Mas, no caso do ambiente online, o aluno poderá assistir às aulas quantas vezes for necessário e fazer os exercícios até compreender a matéria.

Acompanhamento de métricas e relatórios

É importante que pais, alunos e professores possam acompanhar o desenvolvimento no ambiente online. Caso contrário, quando a situação estiver normalizada, não será possível mensurar o desenvolvimento dos alunos. Por isso, opte por plataformas que ofereçam as funções de acompanhamento e progresso nas aulas e relatórios de aproveitamento.

Portanto, neste momento de aulas canceladas, é importante aprender como utilizar o EAD em favor dos alunos e da manutenção das aulas. Além disso, mesmo que essa situação tenha ocorrido de forma emergencial e impositiva, a restrição de aulas presenciais, mostra a importância de utilizar recursos alternativos para não prejudicar o calendário escolar.

Se você possui um curso ou escola e está precisando de uma plataforma para atender a essa demanda, conheça o Curseduca. A ferramenta oferece opções para a construção de um ambiente de aprendizado totalmente estruturado e personalizável. Conheça!

Conteúdo exclusivo
Junte-se a #criadoresdigitais para receber emails rápidos

Sobre o autor