CEO, CFO, CMO, COO, CPO: o que significam?

Imagine que você está entrando no mercado de trabalho agora, e no primeiro dia de trabalho recebe um e-mail do CEO da empresa. Só existe um problema: Você não faz ideia do que é e o que faz um CEO.

Não quero te preocupar, mas com o passar dos dias surgirão mais e mais termos e siglas que farão com que você fique ainda mais confuso, mas nós do Curseduca vamos ajudá-lo. Separamos alguns exemplos destes termos, juntamente com uma breve explicação sobre cada um deles.

CEO

CEO

O primeiro da lista é muito comum no dia a dia das empresas. A sigla que vem do inglês “Chief Executive Officer“, se refere à patente mais alta da empresa. Entre os cargos que podem ocupar estão o de diretor geral e de presidente-executivo. Então se precisar responder um e-mail vindo deste cara, utilize uma linguagem mais formalizada (A não ser que o ambiente de trabalho seja diferenciado e permita maior descontração nesta interatividade).

CFO

O “Chief Financial Officer” é  o funcionário que comanda o controle de finanças da empresa, e é normalmente o diretor financeiro. Administra os orçamentos e todas as outras questões relacionadas a esta área.

CMO

O diretor de marketing, ou “Chief Marketing Officer“, controla todas as operações relacionadas ao marketing.

COO

Em alguns casos o CEO não está muito ligado às ações de sua empresa, e é aí que o “Chief Operation Officer“, ou diretor operacional, entra. Em alguns casos ele pode chegar também ao cargo de presidente, e auxilia de forma direta o CEO na administração da empresa.

CPO

Este é o diretor de produtos (Chief Product Officer), e está ligado às operações relacionadas aos produtos criados pela empresa, como a produção deles.

Outros cargos relacionados

Na mesma linha de “chiefs“, estão também os termos como CTO (Chief Technology Officer), que é o chefe do setor de tecnologia, o CHRO (Chief Human Resources Officer), diretor da área de recursos humanos; CCO (Chief Communications Officer), diretor de comunicação; CLO (Chief Legal Officer), diretor jurídico; CKO (Chief Knowledge Officer), diretor de conhecimento; CIO (Chief Information Officer), diretor de TI; CSO (Chief Science Officer), diretor científico; CDO (Chief Design Officer), diretor de design; CDO (Chief Diversity Officer), diretor de diversidade; CAO (Chief Accounting Officer), diretor de contabilidade; CAO (Chief Academic Officer), diretor acadêmico; CBO (Chief Brand Officer), diretor de marca; CBO (Chief Business Officer), diretor de negócios; CCO (Chief Communications Officer), diretor de comunicações; CCO (Chief Creative Officer), diretor criativo; CCO (Chief Content Officer), diretor de conteúdo e o CRO (Chief Risk Officer), que faz o levantamento de riscos em situações financeiras e analisa estratégias de negócio.

Chairman

Saindo da linha dos C”Alguma coisa”O, este é outro cargo importante, mas que não é definido por uma sigla e sim um termo. O presidente do conselho está num cargo tão alto quanto o CEO e toma muitas das decisões referentes à empresa e muitas vezes é o porta-voz da mesma.

Staff

Este termo pode levar a múltiplos significados. Pode ser tanto uma equipe de apoio, como qualquer grupo de uma empresa, como um staff de tecnologia, por exemplo.

Stakeholder

Outro termo que abrange várias pessoas. Pode ser definido um stakeholder, qualquer um que interfira no desempenho de uma empresa, desde os grupos de produção e gerenciamento, até os clientes e consumidores dos produtos da empresa.

Considerações finais

Se você gostou do artigo, acha que está faltando algum termo, ou tem dúvida sobre um termo específico, se manifeste nos comentários.

Conteúdo exclusivo
Cadastre seu email e receba novidades exclusivas do Curseduca!

Sobre o autor

  • Vanessa Pereira Leite

    De verdade, não conhecia esses termos, gostei do post, aprendi bastante, trabalho em uma empresa há mais de dois anos e nunca ouvi esses termos. Parabéns!

    • João Luís Barros Carrilho

      Os mesmos termos que fascinam são os que confundem, cada vez mais surgem termos e siglas no meio corporativo.

    • Vinícius Duarte

      Que bom que gostou! :)

  • Bruno Feitosa

    Parabens, excelente publicação.

    • Vinícius Duarte

      Obrigado Bruno. Volte sempre ao blog!

  • Pingback: Jargões corporativos e seus significados - Curseduca()