Como elaborar um currículo vencedor?

Estamos falando do seu passaporte para o sucesso, da sua sala de troféus, do seu histórico profissional: o currículo. Se ele pode ser considerado como sendo tão importante assim, é mais importante ainda que você o estruture bem para que seja atraente aos olhos do contratante.

Nós, do Curseduca, preparamos um “manual” para que você estruture um bom Curriculum Vitae e tenha bons resultados em sua entrevista de emprego.

1- Informações Pessoais

Em algumas situações, é possível que você seja descartado nessa primeira parte, seja por idade, ou por não morar próximo ao local da empresa. Apesar disso, não preciso nem dizer que não se deve mentir sobre suas informações, certo?

Outra coisa importante: sabe aquele e-mail que você criou no ensino fundamental ou médio e que normalmente tem apelidos ou outras coisas que eram engraçadas na época? Se você quer ser contratado não o coloque no corpo do currículo. Se necessário crie um novo e-mail só para o contato com empresas e outros assuntos mais sérios, para que o seu possível contratante não tenha que analisar a proposta do “gatão95”.

2-Objetivo

Esta área ocupa apenas uma parte pequena de seu currículo, e varia conforme a vaga que deseja ocupar. A maneira que vai escrever fica ao seu critério, só não gaste muitas linhas, seja extremamente objetivo ao dizer qual é o seu objetivo.

3-Experiências Profissionais

Se você já tem experiências anteriores na mesma área em que deseja trabalhar, ótimo! Este é um fator positivo e que pesa muito na hora da avaliação do currículo. Deixe apenas informações básicas, como nome da empresa, data de admissão e demissão e as principais funções. O ideal é citar no máximo as três últimas empresas em que atuou.

4-Formação Acadêmica

Algumas pessoas citam todos os colégios em que estudou, desde o ensino fundamental, mas isto é totalmente desnecessário. Se você vai concorrer a uma vaga de estágio referente à faculdade que está cursando, deve colocar apenas as informações relacionadas com a graduação em questão. Se você completou apenas o ensino médio e não começou nenhuma faculdade, e para a vaga desejada não é necessário que tenha feito isso, apenas insira a última instituição de ensino em que estudou.

5-Formações e cursos complementares

Em alguns modelos de currículos, estes dois itens estão separados. Mas para dar uma compactada no documento (Pois é isso que vem agradando os contratantes), uma opção interessante é colocar todos os cursos e formações complementares, seja ligadas à estudo de idiomas, ou relacionados com computação em apenas um tópico.

6-Outros tópicos do currículo

Se você acha que mais informações sobre você e sua atuação no mercado de trabalho são importantes para a contratação, ou que a empresa tenha um perfil diferenciado, e procura isso em seus possíveis futuros funcionários, adicione-as, mas vá com calma. Tente sempre ser humilde, e o mais claro e conclusivo possível.

Ainda está difícil?

Se você ainda precisa de ajuda, mesmo com estas dicas, pode verificar três modelos de currículos simples aqui, ou se inspirar com dois modelos de currículos diferentes e criativos logo abaixo.

Modelo 1

currículo

Modelo 2

currículo

Conteúdo exclusivo
Cadastre seu email e receba novidades exclusivas do Curseduca!

Sobre o autor