As 10 franquias que mais faturam no Brasil

Franquias são bastante procuradas por quem quer abrir sua própria empresa, mas prefere um negócio mais segura, apostando em uma marca já conhecida do público e um modelo mais consolidado.

Basicamente, na franquia o franqueado compra uma licença para usar a marca, a infra-estrutura e o know-how de uma empresa consolidada, mediante algumas condições. Essa empresa pode ser de vários segmentos, desde venda de produtos, restaurante ou prestação de serviços.

Em geral, os franqueados devem atender a critérios, tanto antes de abrir a franquia — como localização específica das lojas, número mínimo de funcionários e investimento inicial mínimo — quanto de qualidade, durante o funcionamento.

 

As 10 franquias que mais faturam no Brasil

Afinal, quais são as franquias que mais faturam no Brasil? Aqui estão as 10 primeiras do ranking divulgado pela Associação Brasileira de Franchising, correspondente ao balanço de 2013:

 

10ª lugar – Subway

Até pouco tempo atrás desconhecida no Brasil, atualmente conta com 1389 lojas em todo país. Para abrir uma nova unidade, é preciso entrar com um mínimo de R$ 270 mil de investimento inicial.

 

9º lugar – Colchões Ortobom

Essa empresa antiga foi criada há quarenta anos, como uma metalúrgica que fabricava camas. Não é uma das primeiras franquias que lembramos, mas ainda assim tem uma quantidade grande de lojas: são 1783 espalhadas por todo país.

 

8º lugar – Wizard Idiomas

Com um investimento inicial relativamente baixo, de a partir de R$ 57 mil, a Wizard tornou-se uma das mais populares franquias e atingiu o posto de maior rede de idiomas do país.

 

7º lugar – Localiza Rent a Car

Esse serviço de aluguel de veículos popularizou-se nos últimos anos, garantindo sua posição no ranking. O investimento inicial na franquia é de R$ 160 mil.

 

6º lugar – Hering

A Hering é uma das mais antigas empresas brasileiras ainda em funcionamento, tendo sido fundada pelos irmãos alemães Bruno e Hermann Hering em 1880, em Blumenau. As franquias da marca surgiram mais de um século depois, em 1993. O investimento inicial para abrir uma loja é alto: pelo menos R$ 560 mil.

 

5º lugar – Habib’s

A rede de esfihas oferece uma variedade de tipos de lojas, desde as convencionais, de rua, quanto as menores para shoppings. Hoje são mais de 300 lojas em funcionamento. O investimento, porém, é alto: para fazer parte da rede é preciso dispor de pelo menos R$ 900 mil.

 

4º lugar – FlyTour

A FlyTour não é uma agência de viagens convencional: o seu foco é atender as empresas, garantindo seu nicho de mercado. O investimento inicial para fazer parte da rede é de R$ 170 mil.

 

3º lugar – Supermercado Dia

Parte do grupo Carrefour, é a única rede de supermercado que trabalha com modelo de franquia no país. Hoje, são mais de 700 lojas por todo país. O investimento inicial varia bastante de acordo com o tamanho do supermercado: pode ser de R$ 300 mil a R$ 1 milhão.

 

2º lugar – McDonalds

A gigante norte-americana do fast-food continua no topo do ranking. A empresa chegou ao Brasil em 1979, e não parou mais de crescer: no Brasil, ela fatura mais de R$ 4 bilhões ao ano. Mas participar desse sucesso garantido não custa barato: é preciso desembolsar pelo menos R$ 1,6 milhões para ter sua própria unidade.

 

franquias

 

1º lugar – O Boticário

Pelo segundo ano seguido, a rede brasileira de perfumes, produtos de banho e maquiagens está no topo do ranking, além de ser a rede com maior número de unidades no país, com mais de 3.691. A franquia custa em torno de R$ 150 mil.

 

Qual dessas franquias mais chamou sua atenção? Você acredita que o modelo de franquia seja uma boa escolha para o empresário? Comente no campo abaixo!

Conteúdo exclusivo
Cadastre seu email e receba novidades exclusivas do Curseduca!

Sobre o autor