Melhores universidades do Brasil segundo RUF 2013

O RUF (Ranking Universitário Folha) é divulgado todos os anos, pelo Jornal Folha de São Paulo, e elege as melhores universidades do país. Para que as Instituições de Ensino Superior brasileiras sejam avaliadas, são levadas em consideração cinco áreas: Ensino, pesquisa, mercado, inovação e Internacionalização. Depois disso, cada uma das áreas é separada e é feito um ranking para cada uma delas.

Através desta avaliação, nós do Curseduca reunimos algumas das melhores universidades do Brasil, contando um pouco de cada uma delas para você.

Universidade de São Paulo (USP)

Com ótima pontuação no ranking, ela é uma das melhores universidades do Brasil, ficando em 1º lugar em pesquisa, mercado e inovação, ficando um pouco para trás apenas em ensino e internacionalização (2º e 3º lugares, respectivamente). A universidade conta com mais de 66 mil alunos, foi fundada em 1934 e disponibiliza 232 cursos. A USP é uma instituição pública, e sempre recebe boas pontuações. O Índice Geral de Cursos, dado pelo Ministério da Educação (MEC), não é aderido pela USP, por isso ela não tem uma pontuação, nem pelo Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (ENADE), nem pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes).

Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)

melhores universidades

A primeira universidade em relação ao ensino teve também boas colocações em outros quesitos: 5º para pesquisas, 11º para mercado, 5º em inovação e 21º em internacionalização. Esta primeira colocação pode ser facilmente confirmada, pois a UFRGS ficou também em primeiro lugar na lista das melhores universidades do Brasil segundo avaliação do MEC, obtendo conceito 5, porque sua nota foi de 4,28 pontos no Índice Geral de Cursos (IGC), que é tido através do ENADE para graduações e a Capes para pós-graduações. Além disso, ela abriga 23.327 alunos, com um total de 112 cursos, e teve como data de fundação 1934.

Fundação Universidade Federal do ABC (UFABC)

melhores universidades

A universidade que foi tida como a primeira colocada em internacionalização não teve resultados tão bons nas outras áreas: 79ª colocada em ensino, 21ª em pesquisas, em mercado 155ª e em inovação 85ª. É meio complicado entender esta situação, pois a UFABC, apesar de não ter alcançado uma avaliação boa (levando em consideração que foram avaliadas 192 instituições), ela obteve IGC 5, e se encontra entre as 27 melhores universidades do Brasil. Se você tem dúvidas, saiba quais foram os critérios para pontuação no RUF aqui. Independentemente de qualquer coisa,  a UFABC é uma ótima universidade, tendo vários de seus projetos publicados no exterior, além de outros fatores que garantiram o primeiro lugar em internacionalização. Ela tem poucos alunos (4200 apenas), foi fundada em 2005 e conta com 16 cursos.

Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)

melhores universidades

Além das colocações por áreas específicas, houve também um ranking geral, onde todos os quesitos formavam um peso só, mostrando como cada universidade se saiu no geral, e esta avaliação disponibilizaria no máximo 100 pontos para a instituição. A UFRJ foi a 2ª colocada no ranking geral das melhores universidades do Brasil, com 95,64 pontos. Suas colocações foram muito boas: 4º em ensino, 4º em pesquisa, 2º em mercado, 4º em inovação e 3º lugar em internacionalização. Com nota 4 no IGC, segue como uma das melhores universidades também segundo o MEC. Ela tem mais de 36 mil alunos, 195 cursos e foi fundada em 1920.

Existem as melhores universidades do Brasil, mas também as piores

Universidade Estadual de Roraima (UERR)

melhores universidades

Sei que o título prometeu as melhores universidades do Brasil, mas acho válido incluir também uma das piores segundo a avaliação do RUF. Ela simplesmente não teve material para avaliação nos quesitos pesquisa e inovação, e em ensino, mercado e internacionalizações, ficou em 151º, 182º e 160º lugar. Sua nota dada pelo MEC está abaixo do nível de boas instituições, como as citadas acima, conseguindo apenas 3 em sua pontuação no IGC. Infelizmente a UERR, que tem 3420 alunos, 22 cursos e que foi fundada em 2005 tem que se desenvolver muito para chegar ao topo da lista.

Conteúdo exclusivo
Cadastre seu email e receba novidades exclusivas do Curseduca!

Sobre o autor