6 passos fundamentais para alcançar a carreira pública

O perfil do profissional que segue carreira pública mudou muito nos últimos tempos. Escolhidos através de concursos públicos concorridíssimos, a maioria tem formação superior a do cargo ocupado, o que tem elevado o nível dos serviços prestados.

Não há dúvida de que muito ainda precisa ser feito, mas aquele servidor tipo “aspones” – o cara sem função, que passa o dia bebericando café – tem sido substituído por profissionais competentes, que estão continuamente se aperfeiçoando e que, por conta disso, são muitas vezes mais bem pagos que os profissionais da iniciativa privada.

Se você, assim como milhares de brasileiros, ambiciona a estabilidade e os salários do serviço público, saiba que a luta é dura: a concorrência é forte e muitíssimo bem preparada. Mas é claro que não é um obstáculo intransponível. Com dedicação, foco, organização e persistência, você também pode chegar lá. Por isso listamos as principais dicas para que você tenha sucesso em sua empreitada.

1. Defina seu alvo

Sua intenção é passar em um concurso da área jurídica? Quer permanecer na sua profissão, mas exercê-la como servidor público? Ou você mira nos concorridíssimos concursos para a área fiscal?

Pode parecer bobagem, mas definir a sua meta antes de entrar de cabeça no mundo dos concursos é essencial para ter sucesso. Isso porque cada área tem suas características, e essas particularidades, aliadas ao seu conhecimento anterior, é que definirão no que você deve se focar para obter a sua aprovação.

Quer um exemplo? Se você estiver mirando a área fiscal, precisa saber que esses concursos são os mais concorridos, e seus concorrentes estarão muitíssimo bem preparados! Além disso, você precisará focar em disciplinas como Finanças, Economia, Contabilidade, entre outras específicas dessa área.

Ao definir a sua meta, você consegue também definir melhor o caminho para chegar até lá, evitando o desperdício de energia em pontos que não são tão importantes e focando nos que são essenciais.

2. Analise provas e editais anteriores

Vale a pena procurar as provas e os editais que já foram publicados para a área/cargo que você escolheu. A ideia aqui é descobrir os conteúdos que sempre são cobrados nas provas e a sistemática mais comum dos concursos (se são feitas provas objetivas e/ou subjetivas, o peso de cada conteúdo, se há prova de títulos, entre outros). Preste atenção nas realizadoras dos concursos: cada uma tem seu estilo, e conhecê-lo pode ajudar muito na hora da prova. Vale a pena procurar os grupos de discussão e sites de concurseiros, que sempre compartilham dicas preciosas nesse sentido.

3. Não espere o edital ser publicado

Já definiu seu foco e analisou provas e editais anteriores? Então comece já a estudar! Não espere o edital ser publicado, pois geralmente o tempo entre a publicação das regras do concurso e a realização das provas é muito pequeno – dois a três meses, em média. Para ser um concorrente sério à vaga você precisará começar a preparação antes! Sem contar que, estudando com antecedência, você consegue organizar melhor seu tempo e se aprofundar mais nas disciplinas.

4. Organize-se!

Principalmente para quem vai estudar por conta própria e quem já tem um emprego – e por isso terá um tempo limitado para o estudo – organização é fundamental.  Vale a pena traçar um plano de estudo, levando em conta a quantidade de matérias a serem estudadas, o tempo disponível e o prazo que falta para o lançamento do edital (ou para a realização das provas), além da organização do seu ambiente de estudo. Uma maneira muito eficiente de controlar sua rotina de estudos é utilizando aplicativos de celular. Com uma boa organização, mesmo quem dispõe de pouco tempo para estudar diariamente pode se sair bem nos concursos mais concorridos.

5. Cursinho vale a pena?

Frequentar um cursinho pode ser uma boa pedida para quem precisa de ajuda para se organizar (afinal, estudar o que foi dado em sala já é uma sistematização do estudo) e para pegar os “macetes” de prova, já que os professores desses cursos costumam estar bastante atentos a esse universo. Mas não é essencial: se você souber organizar seu dia a dia e aproveitar as dicas compartilhadas nos grupos e sites de concurseiros, poderá prescindir do cursinho numa boa. Outra opção para quem não tem tempo de frequentar os cursinhos presenciais são os cursos a distância, que hoje em dia existem aos montes na internet.

6. Até passar e, finalmente, seguir carreira pública

Um dos gurus dos concurseiros, o ex-concurseiro Willian Douglas, costuma dizer que concurso público não se faz para passar, se faz até passar. Mas o que ele quer dizer com isso?

Que quanto mais você estudar e mais provas fizer, mais preparado estará. E que, nesse caso, a sua aprovação é consequência. Sim, é difícil e bastante concorrido, mas quem desiste na primeira falha dificilmente conseguirá sucesso nessa área.

Ou seja: se passar em concurso público é a sua meta, prepare-se! Persistência é fundamental.

Boa sorte!

Conteúdo exclusivo
Cadastre seu email e receba novidades exclusivas do Curseduca!

Sobre o autor