O perfil do profissional na era digital

Um dos principais resultados das mutações trazidas ao mercado de trabalho pela globalização é a maneira como se olha para o profissional. A matemática é simples: se o mercado de trabalho mudou, mudou também o perfil do profissional. Construir e manter uma carreira sólida hoje em dia não significa apenas ter perfis nas redes sociais, fazer parte de alguns grupos virtuais e manter um portfólio online.

Não importa se você busca uma carreira que envolva a internet ou pretende seguir um caminho mais tradicional, na era digital – que já vivenciamos e não há muito como fugir dela – é fundamental se manter atento às exigências que o mundo globalizado acaba fazendo ao mercado de trabalho. Para o bem ou para o mal, são os profissionais mais preparados para atendê-las que acabam se sobressaindo e conseguindo alçar voos mais altos em suas carreiras.

O que todo profissional deve se preocupar

De maneira geral, qualquer profissional – à procura de qualquer emprego – precisa se preocupar com 3 coisas (os famosos “3 Cs”): contatos, credibilidade e competência. Em primeiro lugar, se você tiver os contatos certos na área em que você trabalha, maiores serão as suas chances de conseguir um emprego legal. Por isso, é fundamental estar sempre fazendo networking. Em segundo lugar, é importante construir uma reputação bacana que possa lhe render boas recomendações no futuro. E, por fim, você tem que ser bom no que faz.

Isso é o básico.

Características do profissional da era digital

Agora, para se sobressair em um mercado de trabalho cada vez mais globalizado e, por consequência, cada vez mais competitivo, um bom profissional precisa acumular algumas outras qualidades que farão toda a diferença. Não importa se você pretende se candidatar a uma vaga em uma empresa, criar um negócio ou trabalhar por conta própria como freelancer; o importante é que você se adapte ao que o mercado precisa.

Pensando nisso, preparei uma lista dessas características que o profissional da era digital pode adicionar ao seu currículo e/ou portfólio para ganhar o mercado de trabalho e conseguir chegar mais longe na sua carreira.

CRIATIVIDADE

perfil do profissional

Atualmente, o mercado está faminto por profissionais criativos. E, ao contrário do que muitos pensam, a criatividade é uma habilidade, não um talento inato. Ter criatividade não se trata de criar algo extraordinário, exclusivo e autêntico todos os dias e gerar toneladas de lucro para a empresa onde você trabalha. Ser criativo significa “pensar fora da caixa”, sugerir soluções práticas para problemas do dia-a-dia, trabalhar em conjunto para colocar uma ideia em pratica etc.

Abert Gerohyi, o homem que ganhou o Prêmio Nobel pela descoberta da Vitamina C disse uma frase que se encaixa bem com esse raciocínio: “A descoberta consiste em ver o que todo mundo já viu e pensar o que ninguém pensou ainda”. Adicionar a criatividade às suas habilidades profissionais seria, portanto, tentar olhar para as questões que lhe aparecem diariamente e tentar pensar sobre elas de um jeito diferente.

VERSATILIDADE

perfil do profissional

Essa é uma característica importante do profissional da era digital. Ser um profissional versátil é saber adaptar-se ao mundo globalizado: especializar-se na sua área para fazer o seu trabalho de maneira mais consistente, saber lidar com os avanços tecnológicos, ter algum conhecimento sobre os equipamentos e ferramentas usados pelo seu departamento caso seja preciso utilizá-los vez ou outra etc.

Bom, se você trabalha com comunicação, sabe que existe uma certa sobreposição de funções nessa área – publicitários são um pouco fotógrafos, fotógrafos são um pouco designers, jornalistas são um pouco revisores, redatores são um pouco publicitários; é uma grande salada. Apesar de ainda haver um pouco de resistência, a verdade é que essa mistura acaba sendo uma exigência do mercado. Mesmo que fotografia não seja a função principal do publicitário, por exemplo, ele tem que saber um pouco sobre aquilo para fazer o seu trabalho direito.

O legal é que hoje em dia não é preciso desembolsar muita grana para fazer um curso de especialização. Há muitas possibilidades alternativas de aprendizado que são bem eficientes e acabam fazendo a diferença na hora da contratação. Aqui mesmo, no Curseduca, você pode procurar um curso e começar a se especializar hoje mesmo. Ou quem sabe até criar um curso e ganhar uma renda extra.

PROATIVIDADE

perfil do profissional

“Vestir a camisa” da empresa em que você trabalha é algo que gera bastante reconhecimento. Atualmente, as empresas, principalmente as startups, procuram profissionais que compartilham da sua visão, que acreditam naquilo que elas defendem. Logo, elas estão à procura de profissionais que serão proativos, que mostrarão autonomia e vontade para assumir posições de liderança.

“RELACIONABILIDADE”

perfil do profissional

A palavra pode parecer difícil e foi colocada ali com o único objetivo de chamar a sua atenção. Na verdade, seu significado é simples: é a qualidade de ser relacionável. Um bom profissional, hoje em dia, tem que ter boas habilidades comunicacionais, tem que saber criar relacionamentos, despertar a empatia das pessoas. Em mundo cada vez mais envolto em relações mantidas por meio de redes sociais, esta característica é fundamental.

Não estou sugerindo que você, de fato, saia por aí dando abraços em pessoas desconhecidas (isso fica a seu critério), mas para sobressair no mercado – e na vida – é interessante investir em como você se relaciona com as pessoas, sejam elas do seu convívio profissional (clientes, chefes, parcerias etc.) ou social (amigos e familiares).

OUSADIA

perfil do profissional

Um bom profissional, independente da área em que atua, deve saber expressar segurança em relação às suas atitudes. No entanto, há hoje em dia um gap no mercado de trabalho formado por profissionais tão seguros que não se arriscam e, por isso, não trazem inovações para suas áreas. Neste sentido, o mercado pede por profissionais que tenham segurança de suas funções, mas que sejam ousados o suficiente para se arriscarem e, quem sabe, causar uma pequena revolução ou outra.

Conteúdo exclusivo
Cadastre seu email e receba novidades exclusivas do Curseduca!

Sobre o autor