5 passos para uma Video Sales Letter (VSL) de sucesso

A Video Sales Letter (VSL) – ou “carta de vendas em vídeo”,  em tradução literal – é um tipo de vídeo de alto valor, criado para impulsionar consumidores em direção à compra. Esse tipo de carta de vendas tem se tornado cada vez mais comum em vários nichos do mercado, principalmente no que diz respeito ao mercado digital. Isso porque, com as facilidades proporcionadas pela tecnologia cada vez mais avançada, ficou muito mais fácil fazer um vídeo de qualidade e colocá-lo à disposição dos inúmeros clientes em potencial que pairam na internet.

Basicamente, a produção de vídeos de venda é uma ação de marketing que há alguns anos era extremamente cara; hoje em dia, ela pode ser realizada com um custo muito baixo e com um alcance exponencialmente maior. No entanto, essa “facilidade tecnológica” acaba, muitas vezes, impedindo a ação da criatividade. Vivemos na era dos templates, do “tudo igual”, do “mais do mesmo”. Isso acontece porque é muito mais fácil pegar o que já está pronto e só mudar o que for preciso em vez de criar algo novo. Mas, ao mesmo tempo em que os templates existem para facilitar a produção de um vídeo que seja visualmente interessante, a conveniência que eles trazem podem ofuscar a qualidade do conteúdo.

Por um lado, sabemos que as Video Sales Letters (VSL) fazem parte de uma tendência que veio para ficar. Muitas empresas, grandes ou pequenas, já converteram ou estão convertendo suas longas cartas de venda em vídeo. Agora, em vez de encontrar uma página com a rolagem gigantesca, nos deparamos com um vídeo – muitos deles com uma base no PowerPoint e uma narração – que mostra ao consumidor as informações de determinado produto ou serviço. Por outro, percebemos que nem toda VSL é efetiva. Algumas pecam no conteúdo de baixa qualidade, outras são simplesmente sem-graça.

Por isso, elencamos neste artigo 5 passos para uma VSL de sucesso:

Segundo o especialista em vendas com vídeo, James Wedmore, a expressão Video Sales Letter pode assustar algumas pessoas porque envolve a elaboração de um vídeo, algo que é intimidante para muitos. Mas, não há o que temer, pois não é necessário aparecer em frente a câmera. O modelo clássico e mais simples de VSL envolve apenas um software como PowerPoint ou Keynote, um software para gravação de áudio e outro para a gravação da tela do computador.

1. Escreva o roteiro

vsl

O primeiro passo para uma VSL de sucesso é um bom roteiro. A combinação de áudio e vídeo com certeza será mais interessante para o consumidor do que uma sucessão quase infinita de texto. No entanto, se o conteúdo for tedioso, há grandes chances de que ele perca o foco – ou pior, o interesse – e deixe de prestar atenção na sua mensagem.

O especialista em VSL, Jim Edwards, propõe a seguinte sequência para um roteiro capaz de entreter e envolver o consumidor em potencial:

  1. Abra com uma afirmação chocante;
  2. Estabeleça o problema e PORQUE ele é importante;
  3. “Problematize” o problema (ou seja, mostre a pior das hipóteses);
  4. Torne o problema pior (ou seja, ultrapasse os limites do emocional);
  5. Apresente a solução;
  6. Credibilidade: porque eles deveriam ouvir o que você fala;
  7. Prove que o que você diz é verdade;
  8. Liste os principais benefícios do seu produto ou serviço;
  9. Especifique as razões para agir agora;
  10. Fechamento.

botão baixar ebook - azul - 800x96

2. Crie o seu PowerPoint

vsl

Quando estiver satisfeito com o roteiro, é hora de colocar o texto numa apresentação de PowerPoint (ou Keynote). Você pode optar por um estilo mais simples – apenas o texto sobre um fundo monocromático – e ir copiando pequenos blocos de texto em cada slide; ou utilizar um estilo mais dinâmico, com imagens, animações, bullet-points etc. Nesta etapa, vale a pena investir um pouco de tempo e considerar o fator “criatividade”, pois ela pode fazer a diferença. No entanto, outros fatores como as características do seu nicho e as suas habilidades com os softwares também devem ser levados em consideração.

3. Grave!

Você vai precisar de um software de áudio para gravar a parte sonora da sua VSL. Há várias opções de programas pagos e gratuitos disponíveis online. No áudio, você vai falar o que está escrito no roteiro. É simples. Basta falar como se estivesse conversando com o consumidor. Entusiasmo na fala dá credibilidade ao que é dito. Use um software par gravar a tela do computador. Alguns programas, como o Camtasia (PC), gravam áudio e vídeo simultaneamente.

4. Publique o seu Video Sales Letter

Depois do vídeo pronto, faça o upload. Simples assim.

5. Otimize a sua página de vendas

vsl

Com o vídeo na rede, o último passo para uma VSL bem-sucedida é otimizar o resto da página de vendas. Você precisar de, no mínimo, um título (headline), do vídeo em si (é claro, =)) e de um botão de compras.

 

Fazer uma VSL pode parecer um pouco complicado inicialmente, mas é mais simples do que muitas pessoas imaginam. E, por mais que seja um esforço, é algo que vale a pena,  pois uma VSL pode duplicar ou até triplicar a venda de um produto ou serviço, como mostram vários estudos de caso na internet.

Compartilhe as suas dúvidas ou dicas sobre VSL nos comentários!

Conteúdo exclusivo
Cadastre seu email e receba novidades exclusivas do Curseduca!

Sobre o autor

  • Thiago Nunes

    Parabéns pelo artigo, bastante útil!